segunda-feira, abril 27, 2015

Diário de Férias - Primeiro Fim-de-Semana

Cheguei a  uma conclusão um tanto quanto óbvia nesse finde: férias é muito bom, mas sem dinheiro não tem muita graça. Também é bem chato se no domingo à noite você está louca pra tomar uma cerveja, mas é a única que não tem que acordar cedo na segunda.
Pra completar, foi justamente no sábado e no domingo que eu acordei ainda mais cedo do que durante a semana. Eu tinha estabelecido não dormir até tarde todo dia, justamente pra não bagunçar meu relógio biológico na hora de voltar pro batente, mas poxa life, acordar às 7 da manhã no domingo? Pra quê?
Além do mais, ando alternando estados de incrível atividade e eficiência com outros de leseira total e dominante de todos os meus membros. Nesses dias, testei meu poder Jedi para trazer o carregador do celular pra mais perto, assim eu não precisaria levantar da cama. Obviamente não funcionou, então além de cansada fiquei frustrada também.
Outra coisa irritante nas férias: entregadores, correio,caminhão de gás, testemunhas de Jeová, vendedores de biju; absolutamente TODO MUNDO acha que antes das 10 da manhã é um horário perfeitamente aceitável pra bater palma no seu portão. Particularmente, eu discordo. E muito. Muito mesmo. Puta que pariu, como eu discordo.
E depois, no resto do dia, não tem uma alma na rua. Acredito que todos tenham voltado pra casa pra dormir, afinal a missão estava cumprida: eu já estava acordada.
Domingo na minha rua tem feira, então foi até bom, aproveitei que acordei cedão e pude comprar verduras, frutas e legumes frescos, com tranquilidade, sem ter os dedos do pé atropelados por carrinhos dirigidos por pessoas desgovernadas. Também diminui bastante o número de gente que foi à feira passear - você tá louca pra passar logo, carregando uma sacola pesada, mas a dona Fulana tá lá, caminhando no passinho da tartaruga manca, na sua frente, e você simplesmente não consegue ultrapassar.
Decidi que no próximo finde vou fazer melhor, dormir até tarde, tomar SIM cerveja no domingo à noite e se ninguém puder ir comigo, vou no mercado e compro, ligo o som no último volume e curto o clima de bar em casa mesmo.
Agora vou ali fazer um cartaz de "Só bata palma se forem mais de 10 horas", com licença.

Nenhum comentário: