quinta-feira, janeiro 12, 2012

Solteiro - Namorando - Casado - Solteiro

Tem gente que muda mais de estado civil do que de roupa íntima. Medo. Muito medo.
Porque existe gente que distribui 'Eu te amo' como se fosse 'Bom dia'? Por que essa necessidade de TER alguém, não importa quem? Para com isso!!
Exemplo pessoal: eu sempre preferi qualidade à quantidade. Ficar por ficar, vá lá. Uma noite e nada mais, no strings attached, whatever. Mas namorar, gritar pro mundo 'OLHA A PESSOA QUE EU AMO', isso só se eu tiver certeza, só no tempo certo.
Temos sempre que ter em mente o que realmente queremos. Queremos namorar ou queremos namorar com aquela pessoa? Queremos vê-la feliz, fazer parte da vida dela, deixá-la fazer parte da nossa, dividir e multiplicar tudo... Ou o interesse é apenas satisfazer nossa auto-estima, mostrar que não estamos sozinhos, usar o carinho da outra pessoa para sanar nossas carências, nossa necessidade de atenção?
Vale lembrar: todo relacionamento, seja amoroso, ou não, é uma via de duas mãos. Antes de pensar no que é melhor para nós mesmos, temos que ter em mente os sentimentos, as expectativas do outro. E se daqui a, digamos, um mês, você tiver refeito sua auto-estima, satisfeito sua necessidade de carinho? Não dá para descartar uma pessoa como se fosse um chiclete mastigado: você suga tudo de bom que ela tem para oferecer e depois joga fora. A lei é universal: não faça aos outros o que você não gostaria que fizessem com você. E você gostaria de ser estepe para a felicidade alheia?
Não é melhor ter ao seu lado alguém com quem você realmente se importe ao invés de simplesmente ter 'alguém'? Frase do ilustríssimo Fabrício Serafim: "Não procure alguém que te complete, se complete primeiro e então procure alguém que te transborde!" Tudo a ver, né?
Jogar nos ombros de uma pessoa a responsabilidade pela sua felicidade é prova de imaturidade. Não tem lógica: é sua obrigação lutar pelo seu bem-estar. Sem atropelar a felicidade alheia. Sem usar ninguém. Respeitando os outros e a si mesmo. Porque tudo tem seu tempo - até a felicidade. Não custa esperar.
Pra fechar, uma frase que eu roubei de uma amiga:
Pessoas certas não existem, somos todos errados procurando alguém que aceite nossas imperfeições.

Um comentário: